29 de abril de 2011

Entrevista - Rádio Nacional AM

Sintonizem-se mamães de Brasília!!!

Na próxima segunda-feira, dia 2 de maio, no Programa Cotidiano, na Rádio Nacional AM, teremos a participação da mamãe Raquel, que concederá uma entrevista sobre o grupo Big Motherns Brasília.

O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h, direto de Brasília, com transmissão também por satélite para todo o Brasil, e pela internete (http://www.ebc.com.br/canais-ebc/radios  - antiga RADIOBRÁS).

O programa Cotidiano é voltado para assuntos de comportamento (saúde, educação, sexo, direito, inclusão, projetos de cidadania, iniciativas de voluntariado).

Recebeu o Prêmio Engenho de Comunicação categoria Melhor Programa de Rádio do DF(2006), o Prêmio Orgulho Autista Brasil 2005 - categoria Programa de Rádio (nacional), Menção Honrosa no 2º Prêmio Abracopel de Jornalismo 2008 e homenageado com o troféu Amigos da Filosofia.

A participação da Raquel deve acontecer por volta das 10h40m.

Fiquem ligadas!

Sintomia da rádio: 980KHz


26 de abril de 2011

Uma imagem fala mais que mil palavras.

Este último domingo estivemos no Parque da Cidade e uma imagem marcou o final da tarde....

Nati e Gigi representando a amizade que já existe entre as crianças desse grupo.

Se planta uma semente de amizade, recolherá um ramo de felicidade.
(Lois L. Kaufman)

25 de abril de 2011

Acidentes domésticos

Hoje, vim escrever e compartilhar com vocês um pouco sobre acidentes domésticos.

Sou Alê, mamãe da Sofia Maria, hoje com 1 ano e 4 meses.
Como uma mãe de primeira viagem, me considero neurótica, medrosa e assustada com tudo que envolve a saúde e segurança da minha filha.

Quando Sofia era bebê de colo, os meus medos e traumas eram com engasgos, o engatinhar, bater a moleira, quedas do carrinho, tomadas desprotegidas, etc. Até a temperatura do banho era um cuidado excessivo da minha parte com medo de possíveis queimaduras...e por ai vai!

Quando ela comecou a dar os primeiros passinhos, a minha única preocupação era com as quedas. Parecia que se ela estivesse andando em solo firme, estaria segura. Mas não me avisaram da imensa capacidade de descorbertas....da enorme curiosidade, que muitas vezes são convertidas em quedas, acidentes, sustos e traumas!

Sempre acreditei e julquei que a segurança de uma criança é exclusividade e responsabilidade dos pais, e, com isso, eliminei possíveis e muitos perigos que julgava existentes na minha casa.

Apesar de todo o cuidado, um fato aconteceu. Esqueci um estojo de cotonetes da nossa cama, e claro, que logo Sofia o achou. Quando percebi, vi que todos os cotonetes estavam espalhados pelo chão e logo os recolhi. Porém não vi que um bendito cotonete ficara de fora, e só quem o acharia seria olhos de tandera da Sofia!

Por meio segundo virei e só ouvi o grito de dor, Sofia havia enfiado o cotonete no ouvidinho direito até sangrar! Tenho quase certeza que foi na tentativa de nos imitar, ao limpar seu ouvidinho. Corremos para a emergência, e Graças a Deus, não rompeu o tímpano, teve somente um arranhão.

A regra agora aqui em casa é: 25 horas por dia na cola da Sofia!

Algumas outras medidas já foram e serão tomadas como: tirei a toalha da mesa para não correr o risco dela puxar, tranquei com trava todos os produtos de limpeza, no cercadinho os brinquedos maiores foram retirados para ela não escalar, comprei ponteiras de silicone para os moveis com quinas.

E claro, tomar "uns" muitos outros cuidados infinitos e imagináveis...

Seguem para vocês algumas dicas para prevenção de acidentes domésticos:

- Afogamento – grande parte dos afogamentos com bebês acontece em banheiras. Na faixa etária até dois anos, mesmo vasos sanitários e baldes podem ser perigosos. A primeira causa de afogamento com crianças é a falta de supervisão, geralmente por questão de segundos.

Queimaduras – A maioria das queimaduras com bebês, especialmente entre as idades de seis meses e dois anos, é causada por comidas quentes e líquidos derramados na cozinha. A água quente da pia e da banheira é também responsável por muitas queimaduras em crianças; essas tendem a ser mais graves e cobrem uma porção maior do corpo do que as ocasionadas por outros líquidos quentes.

Envenenamento - Crianças com até dois anos de idade correm maior risco de um envenenamento não intencional. Produtos de limpeza e medicamentos são riscos significativos. Bebês podem se envenenar respirando a fumaça de cigarros. Antes de comprar plantas, verifique se são seguras para as crianças.

Sufocação - pode ocorrer enquanto o bebê está dormindo, quando seu rosto fica encoberto pelo lençol, travesseiro ou outro objeto macio. As grades do berço também podem ser uma ameaça causando mortes por estrangulamento e sufocação. Quando os bebês estão na fase de descobrir o mundo com a boca, ainda podem se engasgar com partes e/ou brinquedos pequenos, comidas e outros objetos miúdos.

Quedas – Entre os principais responsáveis por quedas com bebês estão os móveis, as escadas e os andadores. Este último é responsável por mais acidentes que qualquer outro produto infantil destinado a crianças de 5 a 15 meses. A maior parte das lesões resulta de quedas em escadas ou simplesmente de tropeços quando estão no andador.

Vejam agora a Sofia protegida pelos excessos da mamãe...rs, e também tentando "morar" no guarda-roupa.



21 de abril de 2011

Papinha.... como e quando começar a dar?!?!!

Bem, sou Mayara, mãe de duas lindas meninas sapecas, Ana Clara e Maria Rita, hoje com 1 ano e meio.
Para estrear o post semanal vou falar um pouquinho de um dos assuntos que as mamães relataram sobre a iniciação da comida para os bebês e das mudanças de acordo com a faixa etária.

Quantas perguntas surgem na nossa cabeça, né!!! Quando começar a dar? Usar ou não usar tempero? Bater no liquidificador, passar na peneira ou simplesmente amassar? Quando posso dar a comida inteira pra a criança???

Como não sou nenhuma estudiosa do assunto resolvi falar um pouco da minha experiência.

A introdução de alimentos na dieta da Aninha e Maria (minhas filhas) foi até de certa forma tranquila. Como eu ia voltar a trabalhar quando elas completassem 5 meses e elas mamaram no peito até os 2 meses,  por orientação do pediatra começamos aos 3 meses e meio dar o suco de laranja lima.

Permanecemos com o suco durante duas semanas seguidas. Nos primeiros dias foi difícil, porque o suco não saia no bico da mamadeira, mesmo coando na peneira, dei no copinho, mas derramava mais do que elas bebiam, até que comecei a coar na fralda e tudo se resolveu. Depois de 2 semanas tomavam 70ml de uma só vez... e tinha vezes que choravam querendo mais.

Depois veio a frutinha, mas a maçã não fez muito sucesso. A comida de sal já foi bem mais tranquila e em 1 semana estavam comendo super bem.

Hoje com 1 ano e meio as pequenas comem de tudo e nem preciso amassar a comida, mesmo só tendo 4 dentinhos...rsrsrs
Sugiro que as mamães que estão tendo dificuldade com seus pequenos na alimentação sejam persistentes, pois daqui a pouco estarão devorando um prato de papinha!!!
Já àquelas que tem resistência de mudar a alimentação, dando coisas maiores, digo que os pequenos nos surpreendem, viu!!!

Eu não tinha coragem de dar uma banana na mão delas, com medo de engasgarem, mas um belo dia chego em casa na hora do almoço e lá estavam as duas com uma banana, comendo de sobremesa... a babá já dava a um tempão e eu dizia que comigo elas não comiam... mas não comiam porque eu não dava!!!! Ainda bem que a babá já é mãe de dois e experiente....

E vocês mamães, coragem e persistência!

Ah! Não se esqueçam o quanto é importante a amamentação para seu filho. Além de ser o melhor alimento para ele, é um laço de afeto entre vocês.

Em caso de dúvidas, não deixe de consultar o pediatra do seu filho.
Beijos,

May.

Vejam como a Aninha e a Maria aprenderam direitinho a comer....




Chá de Fraldas da Heloísa

O motivo do nosso encontro dessa vez foi muito especial. Nos reunimos no dia 19.3.2011para ajudar no estoque de fraldas da Heloísa.

O grupo continua crescendo e a Helô daqui a pouco vai chegar para se unir à mana Thaise, trazendo ainda mais alegrias para a vida da mamãe Aline.

O discurso emocionado ficou por conta da Maiara.

Aproveitamos também a oportunidade para celebrar o 1º aninho da Thaise.

Mais uma vez tivemos uma tarde deliciosa, regada pelos quitutes da Pralinè e pela alegria contagiante do grupo, que está cada dia mais afinado.

Alê, Carol, Carla e Fran.


Maiara com a palavra.

Discurso!


Quanta emoção

Vovó Iris com a Thaise.


Olha o bolo aí.


Parabéns para a Thaise.

Vivaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!


A Helô, na barriga da mamãe, com certeza também está muito feliz.

Presente...oba.

Aline e Thaise, Raisa e Liina

Amigolate. Viva a Páscoa!

Inspiradas no coelhinho da Páscoa e plenejando um novo encontro só de mamães, realizamos o Amigolate de Páscoa do BMB, dia 9.4.2011,  no Brasil Vexado da 102 norte, onde desfrutamos um delicioso rodízio de tapioca.

O encontro foi muito gostoso, comemos muito, conversamos bastante e na hora do tão esperado amigolate tivemos uma bela surpresa, a nossa amiga Carla leu para nós uma mensagem linda, que emocionou a todas.

O amigo secreto foi uma comédia, umas falavam muito, outras adivinhavam a amiga sem ao menos a outra falar nada, outras contiuavam falando mesmo após a revelação...umas falavam em pé,  outras balançando o bebê, outras em cima da cadeira..mas no final deu tudo tão certo que a Carla abriu e fechou a revelação!

Tivemos as presença de alguns bebês e papais, que deixaram a festa ainda mais completa.

Tudo muito organizado! Foi um sucesso total.


Big mesa.


Aguardando todo mundo chegar.

Carla emociona todos com seu texto.

A leitura continua.

Mayara e sua filhota linda.

Erick

Erick entre o papai e a mamãe Ianne.
Roberto e a outra metade da duplina.

Carla e Maiara.

Maiara e Cristianne

Cristianne e Mariana

Raquel e Mari

Raquel e Ianne

Ianne e Mayara

Ana Carolina e Mayara

Ana Carolina e Aline

Fabi e Aline

Fabi e Alê

Alê e Carol

Dri e Carol

Dri em cima da cadeira...kkkk

Elaine e Adriana

Lidi e Elaine

Lidi e Carla

20 de abril de 2011

Baby Churras Folia

O carnaval se aproximava e, como sempre, lá estávamos nós pensando em algo para fazer para nos reunirmos novamente.

Aproveitando o sucesso dos dois primeiros "Baby Churras", a idéia de um novo churrasco logo agradou a galera e, nossa querida Carol, muito prestativa, tomou a frente da organização.

O Baby Churras Folia aconteceu dia 19.2.2011, em local gentilmente cedido pela mamãe Rosely.

Como se tratava de uma comemoração de carnaval, as crianças entraram no clima e foram lindamente fantasiadas. A decoração ficou por conta da Alê, que deu um show, mesmo considerando nosso orçamento limitado.

Apesar de termos passado por uma semana chuvosa, o clima colaborou muito. Fez um lindo dia e o evento foi maravilhoso. Contamos com uma equipe de churrasqueiros nota 10, som providenciado pela mamãe Raquel, e a presença de muitas famílias.

Papais, mamães e crianças puderam desfrutar de um maravilhoso momento entre família e amigos.

Iris

Rafael

Sofia com o papai Weverson

Kirsi

Maeve

Mari e Nati

Diana

Pedro

Gabriel

Laura curtindo o colinho da mamãe

Ágata

Gustavo

Marina com a mamãe

Aline e Thaise

Liina acompanhada da mamãe e da madrinha

Maria Rita

Ana Clara
Laura e a mamãe Rosely


Gustavo
Giovanna


Cáulon

Fabi e sua duplina, Daniel e Eduardo

Nicole

Mariana

Todos curtindo muito.

Farra na piscina.


Visão geral da galera.

Vejam que sombra gostosa.

A gente jura que foi coincidência.
Nati e Gigi: "Pedritas" lindas demais.

Deu a louca na Disney... Peter Pan paquerando a Branca de Neve?

Upa!

Pausa para fazer uma boquinha.



Raisa e Liina, Amanda, Maiara e Nicole, Carol, Fran e Pedro, Adriana e Diana

Douglas e Gustavo, Raisa e Liina, Maiara e Nicole

Todo mundo junto.

É muito bebê lindo reunido de uma só vez.

A farra foi mesmo muito boa.