30 de setembro de 2011

Palavra Cantada

Cinemark Iguatemi exibe show infantil do grupo Palavra Cantada
O lançamento será nesta sexta-feira, 30, com sessões à tarde e à noite

A Palavra Cantada está também nas telas de cinema. A estréia do filme Brincadeiras Musicais em 3D será no Cinemark do Iguatemi Brasília, nesta sexta-feira, 30, e conta com produção musical e cinematográfica de última geração, além de um jogo de sons e cores que promete agitar a criançada.
Filmado e exibido em 3D, o filme traz uma experiência única e envolvente. O novo formato do show, além das melodias preferidas dos pequenos, apresenta um roteiro totalmente interativo, fazendo com que a platéia participe do longa-metragem.

A seleção musical do lançamento tem canções de sucesso e arranjos com mensagens educativas. Dentre elas,  “Sopa”, “Fome Come”, “Duelo de Mágicos” e “Ciranda”. Músicas inéditas também fazem parte do repertório como “O Caramujo e a Saúva”, “Bolinha de Sabão” e “Vem Dançar com a Gente”.

Após temporadas em teatro, as peças infantis de Palavra Cantada começaram a ser transmitidas em CD’s e DVD’s e agora um novo palco é explorado por Paulo Tatit e Sandra Peres. O espetáculo de canções musicais apresenta uma turma animada e divertida.  O lançamento de “Brincadeiras Musicais em 3D” será na sexta-feira, 30, no Iguatemi Brasília. O filme fica em cartaz até o dia 6 de outubro.

Mais informações no site http://www.iguatemibrasilia.com.br/

Chá para príncipes e princesas


O Dia das Crianças esta chegando e a Via Bambini espera você para curtir essa data tão especial com uma tarde de chá para príncipes e princesas com a nossa querida chefe de cozinha Flavia Barbedo le petit dia 08.10.2011 das 14hs as 18hs... Não percam! Será uma tarde cheia de surpresas.


O Big Motherns Brasília e a Via Bambini farão a premiação da promoção do Dia das Crianças no dia do evento, então continuem participando (clique aqui e saiba como). Esperamos todas as leitoras lá!!! Será uma ótima oportunidade de nos conhecermos pessoalmente!!!   
Vale muito a pena conhecer a loja na 312 Sul e visitar a loja virtual www.viabambini.com.br, e já ir sonhando com os looks!!!


4ª Exposição de Artes da Boobambu - Vida de Criança

Vejam que legal! Os pequenos artistas da Boobambu terão seus lindos trabalhos apresentdos na 4ª Exposição de Artes da Boobambu - um evento gratuito e aberto a quem for passerar no Terraço Shopping. 

E, além da exposição, também serão realizadas oficinas para bebês e crianças!



Prestigiem e aproveitem para conhecer mais sobre o universo das brincadeiras, dos sonhos e descobertas de seus pequenos!

Dicas de alimentação para gestantes

Já se foi aquela época em que se acreditava que grávida tinha que comer por dois. Hoje em dia todo mundo sabe que é melhor para saúde da mãe e do bebê que a mãe tenha uma alimentação equilibrada e que evite o ganho excessivo de peso.

Algumas dicas importantes para uma gravidez saudável:

- Intervalo entre as refeições: Não ficar um intervalo maior que 3 horas sem se alimentar..


- Água: Tomar bastante água para deixar o corpo bem hidratado, cerca de 8 copos de água por dia. A boa hidratação, além de atender ao aumento do volume sanguíneo, ajuda a prevenir ou, ao menos, reduzir a constipação, comum entre as gestantes.

- Sal: Evitar usar muito sal. Como é difícil saber quanto sal tem em alimentos industrializados, o melhor é restringir seu consumo (principalmente embutidos – salsicha, mortadela, presunto, empanados...)

- Carnes: Evitar carnes cruas, mal passadas ou fritas. Dar preferência para grelhadas e cozidas. Uma boa pedida, para quem gosta, é consumir fígado e miúdos, ricos em Ferro – tão necessário na gravidez.

- Frutos do mar: Podem ser consumidos, desde que bem cozidos. Frescos ou crus podem trazer riscos para o bebê, pois podem conter parasitas que prejudicam o fornecimento de nutrientes.

- Guloseimas: Evitar ao máximo o consumo de doces.

- Produtos dietéticos: O uso de adoçantes por gestantes ainda é controverso. Há poucos estudos conclusivos, principalmente pelo uso por humanos, e os existentes apontam para a não proibição do uso. Mas entre nutricionistas e obstetras é senso usar somente quando necessário (por exemplo, por diabéticas), ou o uso moderado, com acompanhamento. Os mais recomendados para gestantes são sucralose, acessulfame-K, estévia e aspartame (este último contra-indicado para portadores de fenilcetonúria).

- Carboidratos: Preferir carboidratos integrais (como arroz, macarrão, pão e biscoito), ricos em fibras.

- Grãos: É importante consumir grãos todos os dias como feijão, lentinha e grão de bico.

- Frutas: O ideal é consumir de 3 a 5 porções de frutas por dia.

- Vegetais: Deixar sempre o prato bem colorido, com vários tipos de vegetais. Lembrando que, como gestantes necessitam consumir alimentos que sejam fontes de Ferro, podem consumir feijão, lentilha (comedidamente, por conta dos gases), folhas verde-escuro. Para aumentar a absorção do Ferro dos vegetais, acrescente na alimentação as fontes de vitamina C, como laranja, acerola, limão, goiaba.

- Produtos orgânicos: Se possível consumir produtos orgânicos, cultivados sem agrotóxicos.

- Bebidas: Evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

O importante não é a quantidade de alimentos e sim a qualidade dos nutrientes. Não adianta consumir produtos pobres em nutrientes, que só fazem engordar.

O ganho excessivo de peso pode contribuir para o risco de diabetes gestacional e aumento da pressão arterial, além de trazer problemas para o parto, tais como complicações anestésicas e cirúrgicas e maior probabilidade de infecções pós-operatórias.

Para saber a quantidade ideal de alimentos a ser consumida é indicado fazer um plano alimentar com uma nutricionista. Assim você saberá a quantidade adequada para seu peso, altura e metabolismo.

Essas dicas são para futuras mamães, mas a maioria serve para quem já está com seu bebezinho nos braços também. O cuidado com a alimentação no pós-parto e período de amamentação também é super importante. Nessa fase é fundamental beber muito líquido, principalmente água, para a produção do leite.

Fabiana, mãe do Daniel e do Eduardo

29 de setembro de 2011

4º Recital de Música dos Alunos da Boobambu

Sons, ritmos, danças, diversão, crescimento, linguagem, amigos, melodia.
Dia: 09/10,
Horário: 15h,
Local: Praça das Palmeiras do Terraço Shopping.
Informações: (61) 3041-6010


Palmadas x educação


Hoje em dia existem muitos debates sobre a real eficácia das famosas palmadinhas na educação dos filhos e também sobre as sequelas que elas podem deixar.

Quem nunca levou uma palmada? Isso era muito comum antigamente e até mesmo considerado um sinal de autoridade dos pais, os pais que não batiam logo levavam a fama de ‘moles’. E as crianças ‘mal educadas’ normalmente eram aquelas as quais os pais não deram uma boa ‘surra’! Então é bem provável que você e qualquer outro leitor já tenha levado uma palmada pelo menos uma vez na vida durante a infância.

Meu objetivo neste post não é julgar quem fez e muito menos quem continua achando as palmadas um elemento importante na educação dos filhos, mas sim alertar sobre as possíveis consequências deste ato.

Educar um ser é algo muito complexo. É formar, é estimular o raciocínio, é aprimorar as faculdades intelectuais, físicas e morais de um ser. Entretanto, nem tudo que a gente ensina é aprendido da forma que a gente fala, na maioria das vezes os sentimentos e os atos são mais fortes na educação do que as próprias palavras.

Qual o objetivo real das palmadas na educação de uma criança? Que a criança obedeça ao que o pai fala para não apanhar? Ou que ela realmente saiba o que é certo ou errado na vida?

Acredito que todo pai e toda mãe querem o melhor para seu filho e o melhor inclui um filho autônomo, independente, crítico, capaz e feliz. Mas o que será que fazemos quando impomos força a nossas crianças?

Não é muito difícil concluir que uma criança que apanha não torna a fazer o mesmo erro porque apanhou e poderá apanhar; e não porque estava errada. Ou seja, não existe uma real reflexão sobre a ação e sim uma punição que causa dor, medo. O filho pode ficar obediente sim, mas não aprendeu o que aquele pai ou aquela mãe realmente gostaria de ensinar e provavelmente na vida adulta quando não tiver mais o risco de apanhar voltará a cometer os mesmos erros até que a vida lhe dê uma surra novamente. E assim sucessivamente aquela criança que cresceu com medo de apanhar, levará muitas surras daquilo que seus pais poderiam ter lhe ensinado sem dor, mas com mais paciência.

Enfim, vale refletir sobre a verdadeira eficácia das palmadas na educação. Existem algumas provas de que elas realmente não são tão eficazes assim:

- quase todas as crianças apanham, entretanto quase todas as crianças continuam teimando. Se as palmadas realmente fossem eficazes uma palmada só resolveria qualquer problema e não é isso que acontece. Normalmente quem apanha, apanha várias vezes, muitas vezes pelo mesmo motivo, muitos levam surras e surras;

- quando você bate, você prova que o mais forte vence e isso pode fazer com que seu filho ache que pode bater naqueles mais fracos que ele para conseguir o que quer;

- se seu filho erra e apanha, provavelmente acha que quem erra merece apanhar e quando tiver numa situação de estresse em que ele seja o certo (batida de carro, erro numa contagem de pontos em um jogo, etc) com certeza a primeira vontade que ele terá será de bater na pessoa errada e não de resolver o problema com calma;

- seu filho aprenderá que pode resolver um conflito com violência, o que pode ser muito perigoso. (A maioria das pessoas que bate, fala que o mundo está assim porque as crianças não apanham... Como assim? Sabemos que a grande maioria das crianças apanha e nem por isso a violência no mundo vem diminuindo, pelo contrário, só vem aumentando);

- quando você bate, seu filho terá medo de apanhar e por isso fará as coisas sem que você saiba para não apanhar e com isso poderá encontrar no caminho outros educadores como drogas, álcool ou pessoas de má índole, ou podem também encontrar pessoas do bem, vai depender da sorte dele.

Fora isso, temos também um problema sério da verdadeira intensidade da palmada, o que pode ser leve para você, pode ser muito pesado para seu filho. Se você é mulher, imagine um tapinha do seu marido na sua cara e se você é homem imagine um tapinha de um homem bem maior e bem mais forte que você. Talvez esse tapinha se torne muito maior do que a gente imagina não é mesmo?

Ser contra palmada não é ser a favor da indisciplina e má criação, muito pelo contrário... Sou muito a favor de disciplina, regras, educação e boas maneiras.

Talvez adestrar o filho batendo seja bem mais simples que educá-lo, entretanto as sequelas nem sempre são as melhores... Antes de bater pense bem! Somos humanos, erramos mesmo, demoramos a aprender (muitas vezes precisamos mesmo que repitam mil vezes para que a gente aprenda, quem nunca tirou habilitação e demorou um bocado pra entender as normas no trânsito?)... Mas quando aprendemos algo novo ficamos eternamente gratos a quem nos ensinou! Tenho certeza que os laços de confiança e ternura de um filho com seu pai será muito mais forte se entre eles não houver violência.

Para pensar

Bater, seja com qual intensidade for, é uma manifestação de violência. Lutamos muito pela paz, queremos pessoas mais calmas no trânsito, na rua, queremos um mundo mais justo... Mas como podemos ter pessoas calmas e serenas na nossa vida se a maioria não pode errar dentro de casa que recebe um tapa?

Se a violência é a reposta para seus erros, por que não pode ser também para os erros dos outros? Se eu erro e levo um tapa, então se alguém me dá uma fechada no trânsito pode levar um tapa também... A lógica é simples e a vida se resolve dando tapas e pancadas e o mais forte vence. Se essa é a lei: é esse o mundo que foi concebido com essa lei. Basta ligar a TV e ver os noticiários para ver que o que vende é notícia ruim, de violência, de morte... Notícias boas quase não aparecem... Vivemos numa sociedade que dá valor a violência e muito pouco valor a paz e a verdadeira educação...Vamos comparar a remuneração de um policial e de um professor e veremos a distorção de valores em que vivemos.

Mais sobre o tema:
http://revistacrescer.globo.com/Crescer/0,19125,EFC532455-2216,00.html

http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI249821-15546,00.html

http://naobataeduqueeuapoio.blogspot.com/2011/01/10-motivos-para-nao-bater-no-seu-filho.html


Mariana, mãe da Natália

28 de setembro de 2011

Quintas da Saúde


Nesta quinta-feira (29) a Boobambu Academia da Criança promove a palestra "Ayurveda: a ciência da longevidade", das 19h30 às 21h, na sede da Boo, no Sudoeste (CLSW 303 bloco C - Ed. Le Parc - subsolo).

O evento faz parte do projeto Quintas da Saúde, realizado sempre na última quinta-feira do mês, cujo objetivo é levar bem estar para as famílias por meio de palestras, sempre nas últimas quintas-feiras do mês, até novembro.

Informações: (61) 3041-6010

Inscrições pelo site www.boobambu.com.br

BNB inicia empréstimo de livros para crianças do DF


Crianças do Distrito Federal que possuem entre 4 e 10 anos de idade e visitam o Espaço Infantil da Biblioteca Nacional de Brasília (BNB) vão poder levar livros para casa. As obras pertencem ao acervo do programa Mala do Livro, da Secretaria de Cultura, e o limite é de dois títulos por criança, por um período de 30 dias. Os empréstimos, devoluções e renovações serão feitos sempre às sextas-feiras, no período das 14h às 16h30.

A medida visa a atender um antigo pedido dos frequentadores do Espaço Infantil da Biblioteca Nacional, que acreditam que, levando o livro para casa, as crianças têm mais liberdade para lerem sozinhas ou na companhia de pais e amigos. Com isso, os pequeninos serão ainda mais estimulados a desenvolver o hábito da leitura.

EMPRÉSTIMO DO ACERVO DO ESPAÇO INFANTIL - Todas as sextas-feiras, desde o dia 23/9, das 14h às 16h30 no Espaço Infantil da BNB, para crianças de 4 a 10 anos. Informações: (61) 3325-6257, ramal 158.


Fonte: BNB e Big Motherns Brasília

27 de setembro de 2011

Treinamento antes de ter filhos

Para descontrair.....

Para todos aqueles que já tiveram filhos (para lembrar) e para os que pretendem ter (para se preparar bem). O treinamento é grátis e deve ser feito por aqueles que pretendem ter filhos!!!!!!

Exercícios práticos para treinamento de futuros papais e mamães (o grau de dificuldade de cada exercício é equivalente a tratar de uma criança com 01 (um) ano de idade):

VESTINDO A ROUPINHA
Compre um polvo vivo de bom tamanho e vá colocando, sem machucar a criatura, nesta ordem: fraldas, macaquinho, blusinha, calça, sapatinhos, casaquinho e toquinha. Não é permitido amarrar nenhum dos membros.
Tempo de duração da tarefa: UMA MANHÃ..

COMENDO SOPINHA
Faça um buraquinho num melão, pendure o melão de lado no teto com um barbante comprido e balance-o vigorosamente. Agora tente enfiar a colherinha com a sopa no buraquinho. Continue até ter enfiado pelo menos a metade da sopa pelo buraquinho.
Despeje a outra metade no seu colo Não é permitido gritar. Limpe o melão, limpe o chão, limpe as paredes, limpe o teto, limpe os móveis à volta. Vá tomar um banho.
Tempo para a execução da tarefa: UMA TARDE...

PASSEANDO COM A CRIANÇA
Vá para a pracinha mais próxima. Agache-se e pegue uma bituca de cigarro. Atire fora a bituca, dizendo com firmeza: NÃO! Agache-se e pegue um palito de picolé sujo. Atire fora o palito, dizendo com firmeza: NÃO! Agache-se e pegue um papel de bala. Atire fora o papel de bala, dizendo com firmeza: NÃO! Agache-se e pegue uma barata morta, dizendo com firmeza: NÃO! Faça isso com todas as porcarias que encontrar no chão da pracinha.
Tempo para execução: O DIA INTEIRO.

PASSANDO A NOITE COM O BEBÊ PARA ACALMÁ-LO OU FAZÊ-LO DORMIR
Pegue um saco de arroz de 5 kg e passeie pela casa com ele no colo das 20 às 21 horas.
Deite o saco de arroz. Às 22:00 pegue novamente o saco e passeie até às 02:00.
Deite o saco e você. Levante às 02:15 e vá ver a Sessão Corujão porque não consegue mais pegar no sono.
Deite às 03:00. Levante às 03:30, pegue o saco de arroz e passeie com ele até às 04:15.
Deitem-se os dois (cuidado para não usar o saco de travesseiro) . Levante às 06:00 e pratique o exercício de alimentar o melão. Não é permitido chorar perto do saco.

GERAL
Repita tudo o que você disser (frases ou palavras), pelo menos cinco vezes. Repita a palavra NÃO a cada 10 minutos, fazendo o gesto com o dedinho. Gaste uma pequena parcela do seu orçamento (90%) com leite em pó, fraldas, brinquedos, roupinhas. Passe semanas a fio sem transar, sem ir ao cinema, sem beber, sem sair com os amigos e adulando o saco, sorrindo e bincando com ele no colo...

Pronto...agora vc já deve estar pronto para ter filhos!!!!

26 de setembro de 2011

Happy Hour Materno

Paris ganha espaço para as mães aproveitarem o happy hour com os filhos








Já pensou em colocar a conversa em dia em um ambiente que una um café, boutique e espaço para os pequenos se divertirem, sem atrapalhar o fluxo dos clientes com cadeirões?

Essa é a ideia do
La Poussette Café, inaugurado em Paris, na França. O espaço é decorado com brinquedos, pelúcias e mesas de colorir para os pequenos se distraírem, enquanto as mães aproveitam o tempo fora de casa.

Todo o café foi planejado para os carrinhos de bebês não atrapalharem a circulação de clientes e garçons, além de ter um quarto especial para a soneca das crianças. O La Poussette ainda tem trocador, microondas, mamadeiras e berços à disposição das mães.

Aqui no Brasil, o CineMaterna promove sessões de cinema para as mães e seus filhos de até 18 meses em todo o país.



Precisamos de lugares assim por aqui, hein!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Fonte aqui.

25 de setembro de 2011

Cubos de frango

Adoro preparar as papinhas dos meus filhos, mas dá um trabalho...

Hoje vou passar para vocês uma dica para facilitar o preparo das papinhas dos bebês. Essa dica foi um pediatra que deu para uma amiga minha: cubos de frango.

Cozinhe 1 kg de peito de frango da forma como costuma fazer. Eu tempero com um dente de alho amassado e um pouco de sal.  Refogo e depois adiciono água para cozinhar.

Depois que estiver cozido, espere esfriar um pouco e bata no liquidificador.

É bom deixar com um pouco da água que restou do cozimento para facilitar a mistura e para aproveitar o caldinho do frango.
Pegue forminhas de gelo, despeje a pasta de frango e coloque para congelar.

Quando for necessário é só adicionar um cubinho de frango na papinha de legumes. Fica muito prático.

Para os bebês maiorzinhos, o frango pode ser desfiado ao invés de batido.
Gostei tanto dessa dica que estou usando para outros alimentos também. Já fiz cubos de carne e de feijão. Muito bom.

Espero que tenham gostado da dica e aproveitem!

Fabiana, mãe do Daniel e Eduardo.
 

24 de setembro de 2011

8 dicas para o bebê dormir

A maioria dos papais e mamães têm muitas histórias para contar da hora de dormir. Um fica sentado do lado da cama, outro deita com a criança, um faz carinho ou faz dormir no colo, tem até aqueles que pegam o carro para colocar o bebê para dormir.

O objetivo é conseguir colocar a criança para dormir sem choradeira.

Segundo especialistas, a chave para criar uma rotina de dormir é colocar limites entre as necessidades e os desejos da criança. A criança precisa de um tempinho com o pai ou a mãe e uma boa noite de sono.

Aqui algumas dicas comuns comentadas a partir da experiência das mamães do grupo.

1 - Colocar a criança para dormir cedo

Muitos pais deixam a criança ficar acordada se esta não apresenta sinais de sono. Este é um grande erro pois o corpo da criança que passa do ponto de sono, começa a produzir um hormônio de estresse (cortisol) que dificulta ficar calmo e provoca a criança a acordar várias vezes durante a noite.

Comentário:
Concordo com esta orientação. Nos dias que a Liina perde o horário habitual (19-19h30) ela demora para pegar no sono e costuma acordar mais vezes durante a noite. Raisa, mãe de Liina.

2 - Mantenha o mesmo horário de dormir

Ser coerente é muito importante quando se trata de colocar criança para dormir. Isto significa que o horário de dormir deveria ser sempre o mesmo, indepente de ser final de semana ou férias. Horário irregulares alteram o ritmo de sono da criança.

Comentário:
Eu sempre coloco no mesmo horário. Quando dá 20h, dou a mamadeira da Kirsi, deixo ela no berço e fecho a porta. Ela dorme sozinha. Depois dou a mamadeira da Maeve que também toma na cama e dorme. O Cáulon é o único que não tem mamadeira, mas deita no mesmo horário e rapidinho dorme. Falo sempre que depois das 20h é meu "momento feliz"...não que eu fique triste com eles acordados, mas eu preciso de umas horinhas só pra mim! Lidiane, mãe de Cáulon, Maeve e Kirsi.

3 - Deixar a criança se acalmar antes de dormir

Todas atividades da criança devem ser bem calmas  ½ – 1 hora antes de dormir. Se um adulto não consegue pegar no sono no meio de pressa e atividades agitadas, uma criança também não.

Comentário:
Chego do trabalho e elas estão jantando ou eu mesmo dou a janta. Brinco com elas até por volta das 20hs e começo a trocar a roupa, escovar os dentinhos e desligo a luz. Às vezes ficamos no quarto, às vezes na sala com a luz apagada. Coloco no desenho para elas ficarem mais quietinhas enquanto eu preparo uma mamadeira e elas tomam sentadas assistindo o desenho. Sento no meio delas e cada uma deita numa perna. Fico fazendo cafuné e em poucos minutos elas dormem. Depois só colocar no berço até só acordam por volta das 7:30/8hs. Mayara, mãe de Ana Rita e Maria Clara.



Foi muito difícil pra mim, inicialmente, aceitar a ideia de que uma terceira pessoa cuidaria de minha filha bebê, que daria comida, daria banho, brincaria com ela e a colocaria para dormir. Mas como eu não tive opção pois não abri mão de trabalhar fora, tive que trabalhar isso em minha cabeça.

Um dos recursos que adotei e obtive sucesso foi a utilização de um objeto, que trouxesse segurança para ela bem como a lembrança de casa, de seu ambiente, de seu quarto, de seu bercinho, de seus pais. Uma vaquinha de pelúcia foi o objeto no qual ela se agarrou, de modo que um dia, quando esqueci de mandar pra creche junto com a sacola de seus objetos, a Tia da Escolinha teve que me ligar e eu saí do meu trabalho pra voltar em casa e entregar a vaquinha - porque senão ela não conseguiria adormecer. Quando cheguei lá vi o quanto ela estava estressada querendo dormir sem conseguir.

Por outro lado, ao contrário do que pensei, o processo de desapego com este objeto tem sido fácil para ela. Por um dia já deixei de mandar a vaquinha de pelúcia para a creche e a Tia me disse que ela seguiu a rotina tranquilamente. Outra vez em casa ela sentiu sono e dormiu enquanto a pelúcia estava sendo lavada. E não fez diferença!

É lógico que não esconderei de uma hora para outra, tudo deve ser gradual e tranquilo, sem traumas. Porque há dias em que ela vê a vaquinha de pelúcia na mesa e pega coçando os olhinhos - esta é minha pista de que o soninho chegou! Sei que vai chegar o dia em que ela esquecerá que existe a vaquinha, que já foi tão amada um dia e irá resoluta pra seu soninho, sem precisar abraçar nadinha! Maiara, mãe da Nicole.


6 -  Crie um ambiente confortável para a criança dormir

Especialmente quando se trata de criança maior, objetos que perturbam o sono como TV, videogame, celular e computador devem ficar fora do ambiente de dormir. É muito difícil de controlar seu uso depois que você fecha a porta.

Comentário:
Começa a preparação para colocar o Miguel para dormir às 22:00 horas, dou um banho, coloco o pijama e dou leite que é tomado na caminha dele, ligo uma luz noturna, dou boa noite e ele acorda só às 10:00 da manhã.
No quarto do Miguel tem televisão, mas quando ele vai dormir sempre fica desligada,pois não quero que vire um hábito dormir somente com TV. Ana Carolina, mãe do Miguel.

7 - Ensinar a criança a pegar no sono sozinha

Todos os pais sabem que isto é muito difícil. Maioria dos problemas de sono, no entanto, resultam da incapacidade de pegar no sono sem a presença de alguém . Numa fase de sono mais leve a criança inconscientemente verifica se as condições continuam as mesmas que eram na hora de pegar no sono. Se a mãe ou o pai estava presente neste momente, a criança supõe que continue lá.

O problema não é acordar a noite. O problema é não conseguir voltar a dormir e você precisar estar presente.

Comentário:
Às vezes a gente até duvida da capacidade dos pequenos em entender que é hora de dormir, e principalmente, fazer isso sozinho. Achei que não daria certo, já que o Henrique já fez de quase tudo antes de dormir sozinho: dormia no peito, depois dormia tomando mamadeira, dormia no berço e eu fazia carinhos ou dava tapinhas no bumbum, dormia na cama comigo fazendo carinhos e depois eu levava ele para o berço, deitava sozinho no berço e eu ficava na cama no quarto cantando pra ele... até que comecei a colocá-lo no berço sozinho, dar boa noite, apagar a luz e sair do quarto.

Que surpresa quando vi que ele conseguia dormir assim! Recentementefizemos a transição do berço pra caminha e ele ainda não está dormindo sozinho. Aí fico com ele no quarto, deitada na cama até ele dormir e depois eu saio. Mas sei que essa é uma etapa para que ele volte a dormir sozinho novamente, já que sei que ele é capaz!

Em breve vamos voltar à rotininha noturna: tomar o leite, escovar os dentes, trocar a fralda e pijama, rezar,deitar ele na caminha, dar boa noite, apagar a luz e sair do quarto. E quando eu voltar, dez, quinze minutos depois, vou ficar satisfeita de ver que meu filhote já está sonhando com os anjinhos!! Elaine, mãe de Henrique  e grávida do Bernardo.

8 - Seja coerente
Ao se tratar de problemas de sono, muitos pais mantém a rotina por dias e depois desistem. A criança pode ser que chore um pouco mais, ou qualquer outro motivo faz  desistir da boa rotina. A coerência das reações dos pais é a chave a tudo. Pode-se pensar que os pais são um “caça-níquel” que o filho joga: moeda – não ganhei, moeda – não ganhei, moeda – ganhei!! Ah, vou fazer isso de novo, a criança vai pensar.

Uma nova rotina de dormir nunca vai funcionar na primeira noite. Exige-se um compromentimento de mais tempo. Não tem problema se você se perder na técnica desde que mantenha sua decisão. Quanto mais coerente, tanto mais rápido conseguirá os resultados?

Comentário:
Eu nunca tive muuuito saco de ficar ninando bebe no colo até altas horas, Giovanna me deu um trabalhão quando tinha uns 2 meses. Fiquei sacudindo até altas horas pra ver se ela dormia. Aí decidi, não ia mais passar por isso. Desde então insisto pra Giovanna dormir na caminha dela, no começo ficava cantando do lado do berço dela (coitada...) depois, só ia dando tapinhas na bundinha, depois apenas me sentava do lado do berço, mas sem escostar nela, até que um dia eu resolvi sair do quarto e ela ficou lá quietinha e dormiu.

Admito que as vezes fico com pena de deixa-la sozinha no quarto escuro e fechado, mas se ela não reclama, então tá bom. Tentei deixar uma luz noturna uma vez, passou quase 1 hora e escutei a voz dela, quando cheguei no quarto ela tava em pé no berço falando com a luzinha. Nunca mais deixei a luz lá. Patrícia, mãe de Giovanna grávida do Lucca.


Dicas de: http://www.sleepyplanet.com/press_print.html, comentários das mamães do BMB e organização da Raisa, mãe da Liina.

23 de setembro de 2011

Concurso Cultural: Brincar é Tão Bom!



Falamos aqui sobre o concurso cultural Meu Amigo Bichinho, e não é que uma leitora do BMB foi uma das contempladas! Parabéns Renata.

Agora está no ar o próximo concurso cultural promovido pelo blog da Fisher Price - Crescendo com seu Filho, e para participar é preciso criar uma frase contando o que seu filho aprendeu brincando.

Clique aqui para participar! As inscrições vão até o dia 2 de outubro.

Prêmio:

1º e 2º colocados podem escolher, cada um, 01 (um) dos prêmios abaixo:
3º e 4º colocados podem escolher, cada um, 01 (um) dos prêmios abaixo:
5º e 6º colocados podem escolher, cada um, 01 (um) dos prêmios abaixo:
7º a 10º colocados podem escolher, cada um, 01 (um) dos prêmios abaixo: