31 de dezembro de 2013

Feliz Ano Novo



"Que tudo se realize no ano que vai nascer,
 Muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender..."♪ ♫


Feliz Ano Novo para você e sua família, é o que deseja a família Big Motherns.

Um beijo e até o ano que vem!

30 de dezembro de 2013

Planejar 2014




Todos nós somos seres capazes de planejar.

Aliás, a capacidade de planejamento pode ser tida como uma das principais características humanas que, juntamente com o dom de produzir cultura, nos levaram ao ápice da evolução.

Planejar.



Nesta época do ano, em que 2014 desponta como algo concreto e próximo de se realizar, é natural que comecemos a planejar, a visualizar aquilo que queremos para o ano que se inicia.
Mudanças de hábitos, perseveranças, transformações. Não precisa ser abrir um negócio ou pedir demissão, basta tomar como decisão para os próximos 365 dias incluir 1h para você ficar sozinha, por semana. Já será um projeto, um plano muito salutar.

O fato é que nem sempre os planos se concretizam.

E é justamente este o aspecto sobre o qual gostaria de escrever.

Quando decidimos ser mães (ou mesmo quando descobrimos, meio de supetão, que o seremos), os planos são inevitáveis. Como educar, como cuidar, como organizar a vida, como transmitir valores, como ser feliz. Toda a vida passa a ser vista sob a ótica dos planos que fazemos para nós e para nossos filhos.



Infelizmente, e por mais que haja exceções, a maioria de nós passará por instantes de ansiedade e decepção, pois os planos que fazemos para a maternidade costumam ser subvertidos pela realidade, pela óbvia e imponderável variável: nossos filhos não são extensão de nós, são seres únicos nascidos de nós, mas distintos.

Mesmo ainda bebês de colo, eles já começaram a mostrar para pais e mães que têm seus próprios planos, seus próprios trajetos e desafios a percorrer. Alguns nascem tímidos, outros extrovertidos; alguns têm dom para dançar, outros gostam de assistir; há os que gostam de dormir horas seguidas e os que preferem sonecas; mamar para alguns é uma delícia, outros não veem a hora de se jogar em um prato de feijão com arroz.

E é assim, observando nossos filhos, que percebemos que os famigerados planos que fizemos na hora da decisão da maternidade de nada servem. A maternidade, na verdade, é um brinquedo de última tecnologia em um parque de diversões. E neste brinquedo não há duas experiências idênticas, nem um roteiro traçado. Tudo, absolutamente tudo, dependerá do seu “companheiro” nesta viagem, do seu filho.

2014 está aí.



Faça planos, trace projetos, mas lembre-se de que parte importante da maternidade é ter consciência de que se deve estar aberta a mudar os rumos quando isso for necessário para ver seus filhos felizes.

Fiz um plano para 2014. Um plano de ser uma mãe mais atenta, mas presente. Para isso, algumas coisas precisarão ser realinhadas. E porque estou lhes contando isso? Porque isso significará que virei menos vezes aqui no blog.

Não deixarei de ser Big Mothern, não dá. Sou uma BMB, sou uma das 11 mães que tocaram o projeto iniciado por um grupo maior. Amo nosso blog, acho realmente que ajudamos pessoas aqui. Minhas irmãs BMB’s são parte de mim, parte da minha vida. Sentam na minha mesa, abrem minha geladeira e têm todo o direito de reclamar se estiver faltando algo.


Mas se sou Big e Modern é porque sou Mother...e ser mãe exige de nós repensar os rumos quantas vezes for preciso para acertar o passo com os anjos que Deus nos confiou.

Em 2014 não escreverei mais semanalmente. A “coluna” das segundas-feiras não terá mais a invariável assinatura com Y e 2 NN’s. Continuarei a escrever. Só que o plano é fazê-lo de maneira mais descompromissada, tranquila.

Desejo que, em 2014, você possa realinhar seus projetos com a verdade da maternidade e que possa fazer tudo isso com leveza, alegria e a certeza de que vale a pena. Porque vale.




Abraços, Lucyanna (mãe do JP e do GB)

27 de dezembro de 2013

Fui e Aprovei: Oficina de Doces do Papai Noel - Caixa


Em busca de um pouco de diversão num dia que é pura correria (e na intenção de tirar a prova pra ver se é legal mesmo como todo mundo está falando) fomos conferir a Oficina de Doces do Papai Noel em plena véspera de Natal.

Já adianto que além de a filha Nicole ter ficado encantada, a mamãe Maiara sentiu vontade de parabenizar toda a equipe envolvida nessa iniciativa.

Chegamos por volta de 13h e a Oficina teria início às 13:30. Depois de esperar por 30 minutos no friozinho que estava fazendo de 24 de dezembro, as monitoras apareceram animadíssimas perguntando o nome de cada criança para anotar na pulseira – enquanto anotam a criançada faz arte na parede com pincéis para colorir fornecidos pelo staff.


De modo atencioso uma delas pergunta se algum pequeno tem intolerância à lactose e após este contato inicial prosseguimos. O trajeto da oficina de doces consiste em 04 ambientes, ilustrados nas fotos a seguir:
 
piscina de bolinhas com “caça” aos ingredientes
(farinha, ovos, leite, chocolate)

forno gigante para “assar” a torta que é decorada pelas crianças


montagem individual do cupcake com confeitos coloridos

 encontro com Papai Noel


Tudo bem espaçoso e lúdico.
Pessoal bem preparado e solícito, muito bem selecionado para trabalhar com crianças.
A estrutura dos brinquedos não deixa nada devendo às grandes, caras e boas brinquedotecas de Brasília, com uma enorme diferença: este evento é GRATUITO!
As crianças decoram sozinhas um cupcake com confeitos coloridos e ganham o bolinho que para levarem para casa.
A foto com o Papai Noel, impressa e entregue na hora para a família é a cereja do bolo.
Ao final da Oficina de Doces do Papai Noel os participantes (se ligou na mamãe pegando o saquinho? hahaha...) ainda ganham pipoca, que tal?



PORÉNS:
Ok, Caixa, você não informou detalhes de que havia intervalo para o almoço entre as oficinas pois o horário que consta no folder é bem delimitado e parece ser ininterrupto... Fica o feedback_1 para que na próxima seja informado de que horas até que horas o evento faz pausa, tá? Porque o público-alvo é composto de CRIANÇAS. Então os pais precisam programar agenda e horários para evitar espera desnecessária, agitação, idas ao banheiro, sonecas, etc.;

Sugiro como feedback_2 que as próximas edições de eventos neste estilo, a Caixa separe um horário por faixa etária ou designe um monitor para focar no cuidado especial com os menorzinhos. Para que se evite o esbarrão acidental de crianças muito grandes (de 08/09 anos) com bebezões (de 02/03 anos). Além disso, eu vi menininhos pititicos chorarem porque quando avistavam o "ingrediente" na hora de pegá-los na piscina de bolinhas os maiores viam que eles iam pegar e passavam na frente – deu a maior dó! Sem contar o risco de machucar, né? Na sessão que fui tinha uma garota grande e bem mal educada acompanhada de uma mãe que nem sabia o que estava fazendo ali, então...

Mesmo com esses dois detalhes, contornáveis, vale muito o passeio!



Beijos e hohoho, Maiara, Mamãe Noel de Nicole.

23 de dezembro de 2013

Oficina de Doces do Papai Noel



A Caixa está promovendo uma deliciosa experiência natalina para os pequenos.

Quem ainda não foi pode aproveitar a Oficina de Doces do Papai Noel.

Temos ouvido comentários bastante positivos e como o evento está programado para ficar até o dia 10 de janeiro, quem não vai viajar tem mais esta opção na programação infantil da garotada.

Olha aqui o cartaz promocional. Programe-se com a família e aproveite.
 

SERVIÇO

O quê: Oficina de Doces do Papai Noel

Quando: até 10 de janeiro de 2014 
(IMPORTANTE: não funciona nos dias 25/12/13 e 1º/01/14) 
ATENÇÃO para os horários!!!

Onde: Estacionamento Matriz I


Huuuuuuuuuuuuuuuuum, nhami nhami, que delícia!!!

Para que serve o Natal?


O cheiro do tempero do peru já está em minhas mãos, a casa de ponta cabeça, há pacotes, embrulhos, comida e tantas coisas misturadas.

Ainda faltam alguns detalhes, presentes que não comprei, cartões que não escrevi. Não pensei como faremos a troca de presentes. Quem será o responsável por distrair os pequenos para que Papai Noel chegue.

Já fiz e refiz a lista dos afazeres de amanhã. Será um dia puxado. Subir e descer as escadas e o elevador do prédio para arrumar o salão de festas.

Pendurar nas paredes as botinhas e bolas; montar a árvore que ficará lá. As mesas decorar. Gelar as bebidas, receber as encomendas de comida e assar/fritar aquelas que, por tradição, nossa família não terceiriza.

Arrumar os meninos. A roupa nova, guardada para a ocasião, gel no cabelo e, se eles deixarem, um perfume gostoso. Arrumar o marido, ou melhor, dar tempo para que ele se arrume, depois de ter carregado tantas coisas, tanto peso.

Me arrumar. Vestir algo confortável, sapato baixo, porque a correria apenas está começando.

Descer.

Receber os convidados...meus pais e sogros, meu irmão (meu sobrinho!!!será o 1º Natal dele), meus cunhados, tios, amigos, primos...

Risos altos. Lembranças de Natais passados. Conversas paralelas e coletivas. Implicâncias que perduram décadas. Situações que, inevitavelmente, precisarão ser contornadas. Meninos correndo, gel do cabelo escorrendo, roupa sujando.

De repente, a matriarca de uma das famílias presentes e/ou eu, que sou a carola oficial, lembraremos que é preciso rezar. Pausa no caos.

É hora de lembrar, aos pequenos e aos grandes, para que serve o Natal.

O Natal serve para nos lembrar que Deus nos ama e que, ainda que não consigamos entender os Seus desígnios em nossas vidas, Ele está no meio de nós.

O Natal serve para nos lembrar que Deus quis vir ao mundo em uma família, pois não há lugar melhor para se buscar a santidade.

O Natal serve para nos lembrar que crianças não precisam de roupas bonitas ou brinquedos novos, mas de acolhida, aconchego e segurança.

O Natal serve para nos lembrar que comida gostosa é bem-vinda, mas que o melhor sabor dela é quando vem de uma partilha sincera.

O Natal serve para nos lembrar que o convidado principal de nossas vidas (tal como desta festa que narrei) precisa ser Jesus. Afinal, é dele o aniversário. Afinal, é Ele a razão de todas as coisas boas que trazemos no coração quando o assunto é Natal.


Feliz Natal!



Lucyanna (mãe do JP e do GB e “anfitriã da Família Quartieri Pinheiro Rodrigues e agregados” neste Natal! - 41 adultos e 9 crianças reunidos porque é Natal)

19 de dezembro de 2013

Curumim Feliz: também aprovamos!!!!!!


Sim, assim como outras meninas já relataram aqui, também testamos e APROVAMOS os serviços do Curumim Feliz.

Conheci a Rebeka, que está a frente desse lindo projeto, um pouco antes de ele nascer.

Frequentávamos a mesma academia e ela, leitora do blog, um dia me abordou, por me reconhecer como uma das autoras.

Foi um feliz encontro, já que se trata de uma pessoa super agradável e extremamente envolvida com o que faz.

Conversa vai, conversa vem, ela me contou sobre o Curumim quando ainda era só um sonho, um projeto.

Achei desde a primeira vez a ideia incrível! Brasília precisava mesmo de quem tivesse coragem de arriscar e oferecer um serviço assim para nossos filhos.

Aqui não fugimos à regra do brinquedo mais desejado do ano ser esquecido no canto pouco tempo depois de usado, e só vejo vantagens, para pais e filhos, no aluguel.

Alugar pela primeira vez foi uma experiência muito rica pra gente. Pude trabalhar com o Gustavo o conceito de "aluguel", expressão que ele desconhecia o real significado. Eu precisava explicar direitinho o que era e como funcionava, até mesmo porque ele precisaria ter cuidados extras com o brinquedo que passaria alguns dias conosco (afinal, precisaria ser devolvido em perfeito estado para ser usado por outra criança) e também precisaria saber lidar com a partida dos itens escolhidos ao final do prazo de aluguel.
http://curumimfeliz.com.br/
Com 4 anos recém completados ele entendeu direitinho e ficou aguardando ansioso a visita da tia Rebeka.

Confesso que tudo correu melhor do que eu esperava. Como os brinquedos que escolhemos são coisas que ele gosta muito, tive receito de ter problemas no momento da devolução, mas isso não aconteceu.

No tempo em que estiveram conosco os brinquedos escolhidos foram MUITO aproveitados, diariamente, pelo Gu e por seus amigos que estiveram em nossa casa no período.

Ainda de pijamas e já "agarrado" com o violão


Super aprovamos tudo! Desde a escolha no site, lindo e super fácil de navegar, até a devolução.

Só posso recomendar a experiência e confessar que, com a chegada das férias escolares, já estamos de olho em novas opções para encher a casa de alegria e diversão nesse período.

Ah! E entrem no site e fique por dentro das novidades como o Vale Presente e o Programa de Fidelidade. A-DO-REI!!! www.curumimfeliz.com.br

Abraços felizes da Amanda, mãe do Gustavo.



18 de dezembro de 2013

Resultados dos Sorteios de Natal

Olá gente,

Como prometido viemos aqui divulgar os ganhadores dos sorteios de Natal. Vamos lá!!!


Sorteio Pink Cheecks


A ganhadora foi: Luciana Andrade C Silva






Sorteio Space Adesivos



A ganhadora: Manuela França de Oliveira Diniz



Sorteio CeiNorte


A Ganhadora: Fabhyola Karla Guimarães Moreira Lima





Sorteio Estúdio Blumen


Ganhador: Renato de Almeida Martins





Lembrando que os ganhadores receberão um email confirmando o prêmio e devem responder  impreterivelmente até o dia 19 de dezembro de 2013. Caso algum não responda dentro do prazo novo sorteio será realizado.

Parabéns aos ganhadores.

Big Motherns Brasília




17 de dezembro de 2013

Pergunte ao Dr. Petrus - Hipotiroidismo

Olá!
Tenho 37 anos e pretendo engravidar em breve, porém tenho hipotiroidismo (tireoidite de hashimoto), tomo Puram T4 100 mg e os níveis hormonais estão controlados. Ao realizar exames para ver se está tudo bem descobri que estou com níveis de vitaminas C e D baixos e nível alto de ácido fólico. A minha dúvida é: será mesmo assim, necessário ingerir ácido fólico (quantos meses de antecedência)? Com o controle do hipotiroidismo quais cuidados devo ter antes de engravidar? Tomar suplementos de vitamina C e o D - sol, por exemplo, pode ajudar a controlar os níveis baixos dessas vitaminas?

Agradeço a atenção e retorno.




Olá, Tatiane!
A suplementação de ácido fólico, que é a vitamina B9, se faz sim necessária, mesmo vc tendo o resultado de exame de sangue mostrando-se alto, pois durante a gestação inicial o organismo materno deve fornecer altas quantidades dessa vitamina ao embrião a fim de evitar malformações na estrutura "tubo neural" que dará origem à "coluna" do feto.
O ideal é que se faça a suplementação de, ao menos, 400 mcg ao dia 3 meses antes da gestação até 12-13 semanas de gestação. 

O controle do hipotiroidismo deve ser feito de maneira eficaz durante a gestação, pois o feto necessitará desse hormônio materno para promoção de seu crescimento e desenvolvimento, principalmente do sistema nervoso. Recomenda-se que o exame TSH esteja entre 0,35 a 2,50 durante a gestação e, se possível, no estado pré-gestacional. A maioria das vezes, há necessidade de se aumentar a dose da levotiroxina (Puran T4 ou outra medicação) na paciente. 
Quanto ao uso de suplementos de vitaminas C e D, podem ser feitos a fim de se corrigir a hipovitaminose, mas com muito cuidado a fim de se evitar a hipervitaminose.


Atenciosamente e à disposição,

Dr. Petrus Sanchez
CRM-DF 13584
TEGO 0212-2008
PACIENTES E FAMILIARES: As orientações médicas acima possuem caráter meramente informativo, não substituindo a consulta médica presencial necessária

13 de dezembro de 2013

Porque alugar brinquedos é massa!


Há poucos meses Brasília ganhou um negócio fenomenal e inovador no mercado de brinquedos infantis: uma loja virtual especializada em ALUGAR brinquedos. Isso mesmo, senhoras e senhores, aluguel de brinquedos. Noticiamos a inauguração da Curumim Feliz (aqui) e desde então temos acompanhado um pouquinho da experiência da empresária Rebeka Viana, proprietária da Curumim.

No rol de brinquedos à disposição para aluguel dois me chamaram a atenção: uma bicicleta sem pedal e uma minipista de golfe e fui atrás dos dois para deleite do meu Rafael.
 

A Bicicleta de Equilíbrio Runna Bike foi a queridinha do Rafael nos dias que ficamos com ela. Ele mal chegava da escola e já corria pra brincar na garagem e por lá ficava se divertindo e gargalhando alto. Aos finais de semana era ainda mais gratificante: ele acordava e já perguntava se podia brincar na bicicleta diferente. Vê-lo se equilibrar e se divertir foi uma experiência tão emocionante que nos deixou com vontade de comprar uma Runna Bike pra ele, mas, óbvio, optamos pela comodidade de poder alugar outras vezes.

Numa conversa rápida, Rebeka confirmou o sucesso que a Runna Bike tem feito. Até lista de espera para locação existe, minha gente! #ficadica


O segundo brinquedo escolhido era pra fazer contraponto à excitação que a bicicleta causava nele. A minipista de golfe foi alugada justamente pra avaliar como o Rafael, que é super ativo, se comportaria diante de uma brincadeira tranquila, que exigiria dele muita paciência e certas doses de concentração e coordenação. Fez sucesso, mas não como a queridinha, como já imaginávamos.


Além dos dois brinquedos citados a Curumim Feliz disponibiliza para as crianças de Brasília diversas opções que vão desde brinquedinhos lúdicos para bebês, muitos brinquedos pedagógicos e até uma montanha-russa radical. Conheça os brinquedos disponíveis e as condições para locação acessando www.curumimfeliz.com.br.

Nossa experiência com o aluguel de brinquedos foi extremamente positiva. Explicamos ao Rafael que os brinquedos não eram dele, mas que ele poderia brincar por alguns dias e assim ele fez, sem dramas e com muita curtição.

Conheça a proposta da Curumim Feliz e depois venha nos contar sua opinião. 

Abraços, Carol Braz, mãe do Rafael e da Beatriz

12 de dezembro de 2013

Sucata: tenha sempre em casa!



Quem já tem filhos na escola sabe bem a importância de ter em casa embalagens recicláveis. Vira e mexe vem na mochila um dever de casa que precisa de alguma coisa diferente, seja uma tampa, um rótulo, uma embalagem em determinado cor ou formato. E mesmo que não tenhamos um estoque de recicláveis em casa, na maioria das vezes é fácil conseguir. Digo na maioria das vezes, pois já passei alguns “apertos”, rs. Mas nada que não pudesse ser resolvido com a ajuda dos vizinhos do prédio.

Bom, mês passado recebi na agenda um recadinho com a missão de fazer com o Gabriel um animal com material reciclável. Ui! Fazer! Ok, pensei logo nos adventos da internet e imaginei que não seria difícil. 

Como sofro de procrastinação aguda (eu inventei isso tá), acabei deixando para última hora e tudo que via na internet precisava de muitos materiais que eu não tinha em casa. Para minha felicidade enquanto eu tentava criar uma girafa com caixa de leite e pescoço de potinho de leite fermentado (e que não estava ficando legal) Gabriel falou “vamos fazer um elefante”. Na minha cabeça veio: ó céus, um elefante? Como vai ser a tromba? As orelhas?

Claro corri pra internet e voilá! Com a inspiração do http://alefazendoarte.blogspot.com.br criamos o João (nome escolhido pelo Gabriel). Foi muito simples. Usamos apenas uma embalagem de amaciante de roupas (despejei o produto que ainda tinha numa garrafa de refrigerante vazia que estava na minha sacolinha de sucata – que precisa ser incrementada). A cola quente ajudou muito, não sei se conseguiria sem ela (um viva para meu marido que comprou a pistola e os bastões de cola na última festinha de aniversário do Gabriel).

Reiterando a dica de ter sempre em casa uma caixinha de embalagens recicláveis, apresento a vocês o João:

                          1ª tentativa foi colar com cola instantânea (não deu muito certo)

                                                                Olhos de fita isolante

                                                                  Baguncinha básica

 Andréa, mãe do Gabriel de 4 anos