17 de julho de 2014

De mãe para mãe - um convite à solidariedade


Depois que me tornei mãe passei a ver o mundo de outra maneira, com mais sensibilidade e menos dureza no coração. A dor de uma criança, mesmo que eu não a conheça, passou a me tocar mais na alma, com menos julgamentos e mais emoção.

Recentemente isso aconteceu quando conheci a história da linda Sofia, que nasceu com problemas raros de saúde e que precisa transplantar alguns órgãos para sobreviver e SER CRIANÇA. Através da campanha Ajude a Sofia passei a ter contato (virtual) com outras tantas histórias de vidas que estão começando e que já enfrentam lutas de gigantes. Tudo isso me toca o coração, porque me coloco no lugar dessas mães e imagino (muito de longe) o sofrimento e a luta que elas enfrentam para ter seus bens mais precisos, seus filhos, vivos e saudáveis.

Hoje uma causa em especial tocou meu coração: a história de vida e de luta pela vida do Pedrinho. Assim como a pequena Sofia (que, graças a Deus, já está com seus transplantes encaminhados fora do País), o Pedrinho também precisa de corações dispostos a ajudar. Ele tem 11 meses e nasceu com uma síndrome rara, Síndrome do Intestino Curto, que fez com que seu intestino necrosasse e ele passasse a depender de cirurgias, cateteres e muitos procedimentos especiais, em ambiente hospitalar, além do vital transplante de intestino delgado, que também só pode ser realizado fora do País. Tocante, não!?

A história dele vem me tocando há algum tempo, mas hoje tirei um tempinho do meu almoço pra vir aqui, publicamente, pedir aos meus amigos e amigas que também doem um pouquinho do seu tempo ao Pedrinho. Conheça a história toda no site "Amigos do Pedrinho" (http://www.amigosdopedrinho.com.br/) e faça o que o seu coração mandar, seja ajudando financeiramente, com orações ou compartilhamentos em sua time line do Facebook. 

Fico imaginando quantas Sofias e quantos Pedrinhos temos espalhados pelo mundo que lutam pela vida mesmo sem nem entenderem o que a vida é. Um pouquinho de solidariedade e amor ao próximo fazem muito bem à alma. Eu já fiz a minha parte. Experimente você também.

O texto ficou extenso, mas ainda menor do que as dificuldades e a força de viver desse pequeno guerreiro. Se você leu até aqui, muito obrigada e Ajude o Pedrinho a continuar sorrindo.

Carol Braz, mãe coruja e "manteiga" do Rafael e da Beatriz

1 de julho de 2014

F.É.R.I.A.S.

Foto: Azul linhas aéras

Vocês devem ter reparado que o ritmo de nossas publicações diminuiu no mês de junho...efeito do quentão (mentirinha!) e da correria que final de semestre sempre apresenta.

Agora Julho chegou. Inicia-se um novo ciclo, um novo semestre, a segunda metade de 2014!

Delícia!



Nós, que somos mulheres de carne,osso, suor, trabalho, filhos, maridos, casas e vontade de ser felizes, resolvemos que uma pausa em julho é merecida e necessária!

Por isso, vamos parar com os posts por um mês.

E, como ainda tem um restinho de copa (aguenta coração!), vamos aproveitar para reunir amigos, celebrar a vida e relaxar bastante (relaxar quando der, na prática vamos é cuidar da meninada mesmo...rsrs...mas tem coisa melhor na vida de uma mãe do que se cercar da ninhada?)



Em agosto voltaremos a conversar com todos vocês aqui pelo blog e pelo nosso email maesdebrasilia@gmail.com

Por enquanto, vamos dando o "ar da graça" nas redes sociais quando surgir alguma novidade legal.

Até agosto!

Que vocês também possam recarregar as energias (só as positivas!) para o semestre que se inicia (e que será sem feriados, socorro!).

Beijos nos corações, BMB